O estudo patrocinado pela REMUNERAR teve por objetivo avaliar o que as empresas têm implementado como estratégia ou novas práticas de RH para atrair, conquistar e motivar seus funcionários num mercado que tem se mostrado aquecido. Houve um empate técnico, 49,6% das empresas pesquisadas num universo de 161 empresas, informaram que implementaram sim alguma novas práticas focando melhorias na gestão de pessoas, contra o outro grupo que não implementou qualquer nova política. Entre as empresas que inovaram foram identificadas 180 práticas, o que significa que mais de uma prática fora implementada nestes últimos doze meses em diversas empresas.

Novas práticas ou fórmulas de sucesso?

As práticas mencionadas foram agrupadas segundo sua natureza.  Entre as práticas que mais se destacaram temos treinamentos e cursos de diversas formas (18,9%), pagamento de premiações de diversos tipos relacionados a desempenho e resultados (15,6%), remuneração variável como PLR e outros (8,9%), diversas ações classificadas como qualidade de vida (8,9%) e implementação de avaliação de desempenho (7,2%).

Embora no geral fossem todas práticas reconhecidas como de sucesso, em menor proporção muitas outras iniciativas foram implementadas pelas empresas, sendo que percebemos maior atenção com a saúde e bem estar dos funcionários materializados por programas como ginástica laboral, subsídio para academia, programas de nutrição e alimentação  especiais e massagem.  No eixo de produtividade pessoal temos ações como flexibilidade de horário de trabalho, dia ou tarde livre na data de aniversário, além de convênios diversos de serviços pessoais. Pesquisas de clima interno, avaliação de desempenho e programas de desenvolvimento de liderança e coach entre cargos executivos foram os destaques na área de carreira e desenvolvimento.

Os resultados do estudo e as práticas mais percebidas como novas confirmam a tendência do mercado de implementar ações em diversas frentes, combinando de forma inteligente ações para qualificação e fixação dos profissionais através do desenvolvimento de carreira, avaliação do desempenho destes a estratégias mais agressivas de premiações e remuneração variável por resultados.

Segundo os dados sugerem, as menores empresas estão mais propensas a criarem práticas e reforçarem suas estratégias de atração e conquistas dos funcionários em partes através de novos benefícios como vale alimentação e assistência odontológica, benefícios estes consagrados entre as grandes. De forma diferente, nas maiores empresas onde as questões relacionadas ao ambiente de trabalho, saúde e bem estar, equilíbrio entre vida pessoal e carreira profissional contam com maior atenção destas para valorizar e motivar os profissionais.

* Associação Paulista de Gestores de Pessoas – AAPSA

Nenhum Comentário »

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment