Salário mínimo será de R$ 788,06 em 2015
Salário mínimo será de R$ 788,06 em 2015
A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, afirmou nesta quinta-feira (28) que o salário mínimo a partir de janeiro de 2015 será de R$ 788,06. O valor é 8,8% maior que os atuais R$ 724. Miriam entregou hoje o Ploa (Projeto de Lei Orçamentária) ao presidente do Senado, Renan Calheiros, que irá...
Leia Mais...
Recrutadores não sabem o que os empregados querem
Recrutadores não sabem o que os empregados querem
Ao que parece, empresas e empregadores não estão falando os mesmo idioma. A Pesquisa dos Profissionais Brasileiros 2014, da Catho Empresas, aponta uma discrepância entre o que os recrutadores acham que os candidatos esperam de oportunidades e o que eles de fato desejam. Um exemplo dessa falta de...
Leia Mais...
Odeia fazer networking? Veja dicas para começar uma rede de contatos
Odeia fazer networking? Veja dicas para começar uma rede de contatos
Seja para manter contato com outros colegas ou procurar um novo emprego, muitas pessoas usam o networking para ficar atentas ao que acontece no mercado de trabalho. E quem não sabe como manter uma rede de contatos? E quem odeia esse método? O Business Insider, site de carreiras norte-americano, listou...
Leia Mais...
Estudo lista os 10 profissionais mais buscados no país e no mundo
Estudo lista os 10 profissionais mais buscados no país e no mundo
A falta de profissionais qualificados não é um problema somente o Brasil. Japão, Perú, Índia e Argetina também sofrem com a escassez de profissionais qualificados, segundo a 9ª Pesquisa Anual sobre a Escassez de Talentos do Manpowergourp. Foram ouvidos mais de 37 mil empregadores em 42 países...
Leia Mais...
Banco é condenado por substituir nome de cliente por termo homofóbico
Banco é condenado por substituir nome de cliente por termo homofóbico
O Banco I. foi condenado a pagar indenização por danos morais, no valor de R$ 27.120, a um cliente que recebeu o cartão com o nome substituído pelo xingamento homofóbico “Folote do Inferno”. A decisão é da juíza Luciana de Araújo Camapum, do 3º Juizado Especial Cível de Anápolis. No dicionário...
Leia Mais...
Colocando a mão na massa
Colocando a mão na massa
“O mundo corporativo precisa entender que se queremos ter maior produtividade, menor absenteísmo e presenteísmo, uma equipe motivada e feliz, tem que investir na prevenção e promoção da saúde no ambiente da empresa”. Com esta frase, VERA BEJATTO, Presidente da VICTORY CONSULTING, uma  das...
Leia Mais...
Por que ainda existe uma grande diferença entre o que uma empresa diz e faz?
Por que ainda existe uma grande diferença entre o que uma empresa diz e faz?
A gente escuta muito as empresas falarem do relacionamento com seus clientes, de quanto isto é importante, o quanto estão investindo nisto e toda aquela estorinha que todos conhecemos. O fato é que, no dia a dia, este relacionamento todo gera muito menos benefícios do que se imagina e menos ainda...
Leia Mais...
Um simples hábito que pode dobrar sua produtividade
Um simples hábito que pode dobrar sua produtividade
Ter uma rotina ocupada é algo extremamente comum nos dias de hoje. O tempo se torna escasso porque são muitas as tarefas e poucas as horas do dia, certo? Bem, nem sempre. Algumas das tarefas do seu cotidiano poderiam tomar menos horas do seu tempo se desempenhadas de forma diferente. A maneira como...
Leia Mais...
Tecnologias de recrutamento ganham espaço na área de RH
Tecnologias de recrutamento ganham espaço na área de RH
A estagnação da economia brasileira registrada nos últimos anos influenciou diretamente o mercado de RH. Entre as áreas mais impactadas está a tecnologia da informação, que teve uma grande queda no número de profissionais formados, devido à falta de projeção da carreira, influenciada pela...
Leia Mais...
Empresa de fast-food é condenada por não conceder cesta básica a trabalhadora
Empresa de fast-food é condenada por não conceder cesta básica a trabalhadora
A 11ª Câmara do TRT-15 negou provimento ao recurso da reclamada, uma empresa multinacional do ramo de “fast-foods”, que alegou não ser obrigada a dar cesta básica à reclamante, ex-trabalhadora de um de seus restaurantes, uma vez que já fornecia refeições produzidas pela própria companhia. Em...
Leia Mais...

« Previous Entries