Culturas influenciam no aprendizado pelo erro

Culturas influenciam no aprendizado pelo erro

A forma de lidar com o erro varia conforme a cultura. Veja como isso é visto em diferentes regiões do planeta:

Estados Unidos
Culturalmente, é um país mais aberto aos erros. “Existe um termo no vale do Silício para se referir àquelas pessoas que já foram à falência várias vezes, mas continuam tentando: empreendedores seriais”, diz Edsel Oliveira, fundador da Reach Out, consultoria de exportação.
Finlândia
Para desenvolver a cultura da aceitação dos erros, o governo entrou em cena. Os políticos criaram, em 2011, o dia nacional da falha, quando cidadãos e figuras públicas são convidados a compartilhar suas pisadas de bola com o resto do mundo a partir de depoimentos sobre os deslizes.
Alemanha

Eles acreditam que falha deve ser reconhecida e corrigida imediatamente. Um exemplo dessa postura ocorreu no final do ano passado, com a montadora Volkswagen. Na época, foram descobertas as fraudes nos motores a diesel. O presidente falou publicamente sobre o erro.
Brasil
O erro não é facilmente perdoável, mas o tal “jeitinho brasileiro” de improvisar soluções é aceito, inclusive nos negócios. “Existe pouca tolerância ao erro nas empresas brasileiras”, diz o consultor Rogério Chér. E completa: “o que é um problema porque só inova quem está disposto a arriscar e errar”.
Ásia
Os asiáticos têm mais dificuldades em lidar com isso e com a vergonha porque a cultura oriental é centrada na honra. “Os que erram são vistos quase com desprezo”, diz Edsel. Um ministro da agricultura se suicidou em 2007 depois que se provou seu envolvimento com corrupção.
Fonte: Você S/A

Nenhum Comentário »

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment