4 fatores que farão suas resoluções de ano novo falharem

4 fatores que farão suas resoluções de ano novo falharem

Psicóloga de Harvard revela os principais fatores comuns que fazem com que sua lista para o ano novo seja um fracasso

Existem quatro erros muito comuns em resoluções para o ano novo, de acordo com a especialista em psicologia social Amy Cuddy, da Harvard Business School. Cometê-los pode fazer com que todos os seus planos para 2017 fracassem.

A especialista disse ao Business Insider que a maior parte das pessoas é simplesmente “muito ruim em estabelecer metas razoáveis”. Confira a seguir os 4 erros principais que ela acredita estarem presentes na maior parte das listas de ano novo:

1. Inflexibilidade

Estabelecer metas inflexíveis e absolutas, de acordo com a psicóloga, é andar diretamente em direção ao fracasso. Dizer, por exemplo, que comparecerá três dias por semana à academia, sem exceções, significa desconsiderar eventualidades como gripe ou indisposição por razões externas.

Ao mesmo tempo, ela alerta, é preciso ficar atento para não fazer promessas muito vagas como “conseguir um emprego”: saiba o que quer para conseguir correr atrás.

2. Negatividade

Segundo Cuddy, as pessoas tendem a focar em fatores negativos ou coisas que gostariam de mudar a respeito de si mesmas. Isso faz com que estejam rodeadas de emoções negativas que, na maior parte do tempo, são desmotivadoras.

É melhor dizer que comerá coisas mais saudáveis do que constatar que precisa comer menos “junk food”.

3. Falta de foco no processo

Resultados só são atingidos caso os processos até eles funcionem de forma efetiva. Por isso, é importante levar em consideração todos os passos antes de estabelecer o ponto de chegada. Se quiser correr 10 km até o final do ano, comece com caminhadas de 5km e vá melhorando seu desempenho.

4. Apoio em forças externas

As decisões tomadas como resoluções para o ano devem depender de quem as toma, e não de fatores exteriores ou de terceiros. Se quiser ser promovido, por exemplo, é necessário focar em ações que possam leva-lo a isso, e não esperar que seu chefe chegue sozinho à conclusão de que você merece.

Fonte: Infomoney

Nenhum Comentário »

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment