Como ser uma fábrica de boas ideias?

Como ser uma fábrica de boas ideias?

Na meditação que praticamos em grupo na Pandora, assim como em muitos livros, artigos ou retiros, é muito comum citar os pensamentos negativos e sentimentos como culpa, medo, ou ansiedade, como os responsáveis pela turbulência que dificulta a meditação, mas também é normal virem a tona boas ideias, as vezes, excelentes!

E é tão desafiador ter uma grande ideia na meditação quanto é enfrentar pensamentos negativos, porque dá vontade de parar a meditação e ir anotar a ideia, ou realizá-la. O problema é que o insight vem no momento em que você se propôs a ficar passivo e receptivo.

O pensamento é uma tentativa da mente, que ainda não foi treinada, de voltar a ser ativa – Yang – de dominar novamente a situação e impedir a meditação.

A mente não gosta de meditar e está tentando negociar com você, lhe dando ótimas ideias em troca de ação e atenção.

Para a mente, pensamentos negativos ou positivos são a mesma coisa, desde que impeçam sua concentração

Então, como fazer para não ceder aos desejos da mente, mas ao mesmo tempo não desprezar boas ideias?

É simples. Quando meditar, não se apegue ao que a mente te oferecer, mantenha um foco de atenção, que pode ser o ato de respirar normalmente, sentir os batimentos do coração, se concentrar no espaço entre as sobrancelhas. O que fizer mais sentido para você, mas funciona melhor se for uma interiorização, sem depender dos sentidos, como audição ou visão.

Toda vez que a mente vier ofertando pensamentos, gentilmente volte a concentração e deixe os pensamentos dissolverem. Faça isso pelo tempo necessário que se propôs a meditar.

Boas ideias = um pouco de ociosidade no seu dia

O que vai acontecer com o tempo?

Com uma prática periódica de disciplina e determinação (Tapas e Adhitthana), a mente vai aprender a descansar e relaxar do esforço. Vai aprender a se “desligar” por um momento, como toda máquina de grande performance.

E então boas ideias vão começar a surgir nos momentos certos: no trabalho, em reuniões, nos sonhos que você vai lembrar, nos bate-papos, em planejamentos, em apresentações.

Essa transformação vai acontecer porque você se determinou a organizar suas tarefas mentais de forma consciente. E isso pode ser iniciado apenas respeitando os momentos de meditação.

Uma boa âncora (artifício para alcançar um foco mental) antes de iniciar a meditação, é: “Agora é hora de descansar a mente”.

A mente descansada tem chance de ser revigorada durante o sono. A mente revigorada tem chance de despertar do sono com bom humor e disposição. Bom humor e disposição vão lhe proporcionar um excelente dia produtivo e com grandes ideias.

Fonte: rhportal

Nenhum Comentário »

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment