Warren Buffett e Mark Cuban concordam que este hábito é a chave para o sucesso

Warren Buffett e Mark Cuban concordam que este hábito é a chave para o sucesso

Ambos os bilionários aconselham que você invista seu tempo em leituras

Warren Buffett e Mark Cuban tiveram um sucesso excepcional. E ambos os bilionários aconselham que você invista seu tempo em um hábito simples que os ajudou a superar os concorrentes: a leitura.

“Eu lia mais de três horas quase todos os dias”, afirma Cuban, segundo o site CNBC. “A maioria das pessoas não vai separar um tempo para adquirir conhecimento. Até hoje, sinto que posso consumir toda a informação disponível, especialmente com a internet facilitando o acesso a tudo. Posso ter vantagem em qualquer negócio de tecnologia desde que eu estude”.

Buffett também dedica uma grande parte do seu dia à leitura. “Eu ainda provavelmente gasto cinco ou seis horas por dia lendo. Eu gosto de me sentar e pensar. Passo muito tempo fazendo isso e às vezes é bastante improdutivo, mas acho agradável pensar em problemas de negócios ou de investimentos”, conta.

Black Friday InfoMoney: sua única chance de comprar nossos cursos com 50% de desconto

Segundo o site, Buffett geralmente lê seis jornais por dia: The Wall Street Journal, The Financial Times, The New York Times, The USA Today, The Omaha World-Herald e o American Banker.

Por que é importante

Cuban reconheceu o valoleitr que o tempo que dedicava à leitura poderia ter no início de sua carreira, ao mesmo tempo em que construiu seu primeiro negócio de tecnologia, a MicroSolutions.

“Lembro-me de ler o manual de softwares e estar orgulhoso de saber como configurar menus de inicialização para meus clientes”, diz ele. “Eu leio todos os livros e revistas que eu consigo”.

Buffett afirma que o conhecimento é como um juro composto. “É assim que o conhecimento funciona. Ele se acumula. Todos podem adquiri-lo, mas garanto que muitas pessoas não buscam estudar mais sobre qualquer assunto”, afirma.

A melhor parte da leitura é que todo mundo pode ler tudo, segundo Buffett. “Qualquer um pode ler o que eu leio”, afirma. De acordo com o que sua falecida esposa, Susan Buffett, disse no documentário que retrata a vida do bilionário, ele ama ler é competitivo. “Ele está sozinho em seu escritório, lendo essas coisas que todo mundo pode ler, mas ele ama a idéia de que ele vai ganhar porque nem todo mundo quer adiquirir conhecimentos”.

Cuban entende da mesma maneira. “Tudo o que li foi público. Qualquer um poderia comprar os mesmos livros e revistas. A mesma informação estava disponível para quem quisesse. Acontece que a maioria das pessoas apenas não quer ou não quis”, afirma.

Para Cuban, esse ato simples foi um segredo para o sucesso no início de sua carreira. “Um cara com pouca experiência com computador conseguiu competir com profissionais muito mais experientes. E só deu certo, porque dediquei meu tempo para aprender tudo o que pude”, diz.

Fonte: infomoney

Nenhum Comentário »

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment