Somos definidos pelos nossos hábitos por isso devemos ser cuidadosos ao escolher e cultivar aqueles que vão nos conduzir na direção certa

Em Os Sapatinhos Vermelhos, fábula de Hans Christian Andersen, uma jovem garota deseja um belo par de sapatos vermelhos. Ela convence uma mulher cega que toma conta dela a comprar os sapatos.

O amor que ela tinha pelos sapatos vermelhos a fez dar mais valor a eles do que ao que importa na vida, e, como normalmente acontece em contos de fadas, o carma não fica ao seu lado. Os sapatos ficam firmemente presos nos seus pés e a forçam a dançar sem parar, ao ponto de quase matá-la de exaustão e fome.

Podemos criticar a estupidez da garota, no entanto, na vida real, nós frequentemente fazemos o mesmo — escolhemos ir atrás de coisas que achamos que nos fazem feliz e não percebemos que estamos indo em direção a um caminho perigoso.

Foi descoberto em um estudo que as pessoas que estão mais satisfeitas com o trabalho não são aquelas nos escritórios grandes e chiques; são aqueles que veem o cargo como um chamado, mesmo quando aquele emprego envolve serviço doméstico.

Outro estudo aponta que simplesmente ver logomarcas de fast-food deixa pessoas impacientes.

E não é alguma característica intrínseca do fast food que as torna impacientes; são os hábitos associados à comida rápida, como sempre estar na correria, pedindo comida pra viagem e nunca desacelerar para comer algo saudável, isso que traz a impaciência.

Nós temos que ser cuidadosos ao escolher nossos caminhos, pois somos definidos pelos nossos hábitos. Cultivar os hábitos a seguir vão conduzir você na direção certa. Eles vão lhe ajudar a lhe ter a uma vida mais significativa e completa, na qual você vai cultivar o melhor de si mesmo.

1. Distancie-se de pessoas que arruínam sua qualidade de vida

Se simplesmente ver o logo de um restaurante de fast-food já lhe deixa impaciente, pense o quanto uma pessoa tóxica pode impactar a sua vida.

Elas podem ficar infelizes com sua decisão de afastar-se e podem lhe gritar o quanto estão infelizes, mas não vale mais a pena evitá-las do que sentir o efeito de anos de influência negativa?

Sempre existirão pessoas tóxicas que vão dar um jeito de entrar na sua pele e ficar lá. Toda vez que você se encontrar numa situação de pensar sobre um colega de trabalho ou alguém que lhe faça o sangue ferver, no lugar disso tente ser grato por alguém na sua vida.

Existem muitas pessoas lá fora que merecem sua atenção e a última coisa que você quer é pensar sobre aqueles que não importam.

2. Não use mais telefone, tablet ou computador na cama

Esse é muito importante, algo que muitas pessoas não notam que dificulta seu sono e produtividade. Luzes azuis de baixa frequência têm um papel importante ao determinar seu humor, nível de energia e qualidade de sono.

Pela manhã, a luz do Sol contém concentrações muito altas da luz azul. Quando você é exposto diretamente a essa luz, a produção do hormônio indutor do sono, a melatonina, é interrompida e o faz sentir-se alerta.

Durante a tarde, os raios de Sol perdem sua luz azul, o que permite ao nosso corpo produzir melatonina e a começa a nos dar sono. Quando chega a noite, o seu cérebro não espera nenhuma exposição à luz azul e torna-se muito sensível a ela.

A maioria dos nossos dispositivos favoritos durante a noite — laptops, tablets e celulares — emitem luzes azuis de baixa frequência diretamente no seu rosto. Tal exposição prejudica a produção de melatonina e interfere na sua capacidade de cair no sono, assim como o faz com a qualidade do sono, uma vez que você adormece.

Como todos nós já passamos por isso, noites mal dormidas têm efeitos desastrosos. A melhor coisa que você pode fazer é evitar tais dispositivos depois do jantar (a televisão é tranquila para a maioria das pessoas, desde que ela esteja longe o bastante de você).

3. Aproveite o aqui e agora

Gratidão é fundamental para a paz e felicidade — não riqueza, glamour, aventura ou carros velozes, mas simplesmente aproveitar o que você tem.

Só porque você não pode pagar por champanhe e caviar, não significa que você nunca sabe aproveitar uma refeição. Cachorro quente e cerveja no quintal com seus amigos é tão gostoso quanto.

Então não se engane ao achar que, para ser feliz, você precisa de algo que você não tenha agora, você não vai saber aproveitar o “bom da vida” se continuar assim.

4. Perceba que as coisas nem sempre são como você as vê

E isso tem a ver com aproveitar o aqui e agora. Aquela pessoa que você inveja porque elas parecem ter uma vida perfeita pode estar lidando com todos os tipos de problema a portas fechadas.

Aquela “perfeição” pode ser uma miragem total. A decisão do seu empregador de mudar o local do escritório pode parecer um grande aborrecimento à primeira vista, mas pode vir a ser uma das melhores coisas que aconteça com você.

Você não é onisciente e nem é vidente, então esteja aberto às possibilidades que a vida pode trazer, porque o que você vê nem sempre é o que você recebe.

5. Dê início, mesmo que você possa falhar

A maioria dos escritores passam incontáveis horas pensando e planejando os seus personagens e papéis, e até mesmo escrevem página após página que eles sabem que nunca vão incluir nos livros.

Eles fazem isso porque sabem que ideias precisam de tempo para desenvolver. Nós costumamos ficar paralisados quando é hora de dar início a algo pois sabemos que nossas ideias não são perfeitas e que o que produzimos pode não ser algo bom.

Mas como você pode produzir algo grandioso se você não inicia a produção e não dá tempo para suas ideias desenvolverem?

O autor Jodi Picoult sintetizou, perfeitamente, a importância de evitar o perfeccionismo: “Você pode editar uma página mal escrita, mas não pode editar uma página em branco”.

6. Organize-se

Pessoas brincam ao dizer que novas ideias são escanteadas, mas acredito que o recurso que é realmente escasso é o tempo livre. Você conhece alguém que tenha?

Desperdiçamos tanto tempo só por não sermos organizados. Tocamos as coisas duas ou três vezes antes de fazermos algo com elas (como colocando as cartas do correio no balcão e depois colocando na mesa porque precisamos de espaço para cozinhar) e uma vez que as colocamos em outro canto, perdemos ainda mais tempo procurando-as.

Tenha um lugar para todas aquelas pequenas coisas que você precisa tomar conta quando você tiver um minuto, seja uma autorização da escola para seu filho viajar ou uma conta vencida, e então cuide delas em tempo; ou então você vai se ver procurando aquela única coisa que você precisa no meio de uma pilha de outras coisas.

7. Comece uma coleção de algo que realmente tenha a ver com você

Você já se deparou com uma citação ou um meme que resumia tão perfeitamente seus sentimentos que você queria manter aquilo para sempre?

Você sabe que algo está num daqueles casacos que você vestiu cinco invernos atrás e você realmente espera que não tenha sido naquele que você doou para a caridade. Quando você encontrar algo que tenha a ver com você — seja algo que expresse quem você é ou quem você quer ser — tenha um lugar central para manter essas pérolas.

Não importa se esse lugar é um caderno de espiral, uma pasta de couro ou uma pasta no Evernote, tenha um lugar para colecionar aquilo que lhe importa para que você possa revisitá-lo regularmente.

8. Faça algo que lembre quem você é

Todos brincamos sobre ter tempo para nós mesmos, mas o que realmente é isso, sinceramente?

É ter tempo para aquelas atividades que nos fazem sentir mais autênticos quando fazemos, quanto todas as máscaras são retiradas e nós podemos apenas ser. Seja sair para correr ou dançar ao som da sua música favorita dos anos 80 no volume mais alto — encontrar tempo para esses momentos. Eles são incrivelmente rejuvenescedores.

9. Diga não

Pesquisas conduzidas na Universidade da Califórnia, em San Francisco, revelam que quanto mais difícil para você é dizer ‘não’, mais provavelmente você vai se estressar, se desgastar e até mesmo se deprimir, fatores que corroem o autocontrole.

Dizer ‘não’ é de fato o maior desafio de autocontrole para a maioria das pessoas. ‘Não’ é uma palavra poderosa que você não deveria ter medo de usar.

Quando é hora de dizer não, pessoas inteligentes emocionalmente evitam frases como “Eu não acho que posso” ou “Não estou certo disso”. Dizer ‘não’ a um novo compromisso, faz com que você honre os seus compromissos atuais e lhe dá a oportunidade de cumpri-los com sucesso.

Só lembre a você mesmo que dizer ‘não’ é um ato de autocontrole de agora que vai melhorar seu autocontrole do futuro ao lhe prevenir dos efeitos negativos causados pelo fato de você se atarefar demais.

10. Defina prazos realistas

Quantas pessoas começam janeiro dizendo que vão “perder 10 quilos até março”?

Objetivos grandes, assustadores e loucos podem ser incrivelmente inspiradores – até você tropeçar e, em vez de se inspirar, você se sente desapontado e culpado.

Claramente eu não estou sugerindo que você pare de criar metas que lhe incentivem e desafiem, apenas tente ficar dentro das fronteiras da realidade.

Concluindo

Seu caráter é determinado por sua atitude e como você utiliza o seu tempo, assim é a felicidade. Pare de procurar coisas que você acha que vão lhe fazer feliz e comece a perceber que a sua paz e felicidade são totalmente dependentes de você.

 

Fonte: administradores.com.br

Nenhum Comentário »

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment