No avião, em um restaurante, no escritório. Alguns ambientes são notórios por reunir uma boa quantidade de pessoas que se dedicam a reclamar. E se você é uma dessas pessoas, é melhor parar. Pelo menos é isso que afirma um estudo realizado pela Universidade Stanford.

Segundo o levantamento, reclamar ou ser alvo de reclamações por mais de 30 minutos pode trazer danos físicos para o cérebro.

Para chegar nesse resultado, os pesquisadores analisaram a massa encefálica de voluntários com um aparelho de ressonância magnética de alta resolução e acharam uma relação entre as experiências estressantes e os hormônios produzidos nessas situações com o encolhimento do hipocampo – região do cérebro responsável pela memória, emoções e aprendizado.

E esse pode ser um problema recorrente na sociedade atual. Segundo o pastor e autor Will Bowen, em seu livro “A Complaint-Free World” (ou “Um Mundo Livre de Reclamações”, inédito no Brasil), uma pessoa reclama, em média, entre 15 e 30 vezes por dia.

Esse cenário pode se tornar ainda pior no ambiente empresarial, onde o bem-estar está intimamente ligado à produtividade. Logo, reclamações e estresse são fatores que podem estar prejudicando o seu negócio.

Mas nem tudo está perdido. O CEO da consultoria de recrutamento Korn Ferry, Gary Burnison, deu quatro dicas para o portal CNBC sobre como você pode diminuir o estresse e negatividade e ser mais produtivo. Confira:

1. Embale seu reclamação como um sanduíche
Você pode diminuir os efeitos negativos do estresse causado por reclamações com um ato simples de positividade. É o chamado “sanduíche de reclamação”.

Para isso, comece fazendo um comentário positivo, seguido pela sua reclamação e logo após termine com outro comentário positivo. Por exemplo: “Eu ouvi coisas ótimas sobre seu produto e estou animado em testá-lo. Mas tive dificuldades em entrar em contato com o gerente da minha conta para obter soluções imediatas. Mas eu realmente gostaria de continuar usando seus serviços. Há algo que você possa fazer para ajudar?”.

Essa técnica também ajuda o seu ouvinte a entender melhor qual é a sua dificuldade e criar empatia com seu problema.

2. Não reclame sobre uma situação que você criou
Tente não reclamar de uma situação que você criou. Nesses casos, responsabilizar-se e buscar soluções para o problema são o melhor caminho para reverter o cenário negativo.

Essa mudança de direção irá ajudar você a parar de se sentir “desamparado e sem esperança” e ajudá-lo a ser mais “prestativo e feliz”. No fim, mesmo que você não ache a resposta que deseja, terá um ambiente de positividade e leveza.

3. Leia o ambiente
Caso você sinta que realmente precisa extravasar seus sentimentos, sempre considere o ambiente em que vocês está inserido. Afinal, um cliente em potencial pode estar do outro lado da porta – e ouvir você perder o controle não fará bem para os seus futuros negócios.

Logo, escolha sempre um lugar reservado para liberar suas emoções negativas. Além de não te prejudicar, isso não irá afetar que eles te rodeiam.

4. Exclua o “mas” do seu vocabulário
Quase sempre que uma pessoa manifesta uma ideia e outra começa a responder com um “mas”, o que vem em seguida geralmente é algo negativo que rapidamente pode escalar para um discussão.

Para melhorar a produtividade da sua equipe, experimente substituir o “mas” pelo “e”. “Essa é uma ideia interessante, e você também pode considerar este outro caminho”, sugere o executivo.

Fonte: revistapegn.globo.com

Nenhum Comentário »

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment