A vida do empreendedor pode, às vezes, tornar-se muito estressante. Compromissos demais, ideias demais, pessoas demais para conhecer. Com tantas coisas a se fazer e a se pensar, algumas pessoas podem ficar sem tempo para ter novas ideias.

Caso isso aconteça com você, Laura Vanderkam, autora do livro sobre produtividade e gestão de tempo “Juliet’s School of Possibilities”, pode dar algumas dicas valiosas. A “Forbs” compilou algumas das sugestões de Vanderkam sobre como melhorar a vida profissional. Saiba quais são elas
1. Concentre-se nas boas perspectivas
Em vez de gastar seu tempo imaginando todas as coisas desagradáveis que precisará realizar, passe um tempo fazendo o contrário: pense em tudo de bom que você deseja fazer.

Crie uma lista de planos que te fariam felizes, desde os grandes até os pequenos. Fazer isso, diz Vanderkam, pode diminuir seu estresse e aumentar sua esperança e positividade.

2. Evite que o e-mail domina sua vida
Verificar a caixa de entrada é algo que muitos fazem quando têm algum tempo livre. O problema disso, segundo a autora, é como a prática transforma qualquer tempo de descanso em mais uma tarefa. Para ela, o ideal é se programar e instituir determinados horários para a checagem do e-mail.

3. Identifique aquilo que desperdiça seu tempo
A maior causa da perda de tempo é a falta de planejamento, afirma Vanderkam. Para ela, é preciso começar o dia de trabalho sabendo exatamente aquilo que queremos fazer nas próximas horas.

Caso isso não aconteça, é comum ser arrastado por atrefas menos importantes. No final do dia, você pode notar que trabalhou o dia todo, mas não faz o que realmente precisava fazer.

4. Saiba quando delegar
Apesar de ser uma importante ferramenta na hora de poupar tempo, poucas pessoas sabem delegar de forma correta. Caso você seja uma dessas, Vanderkam tem uma boa dica para resolver isso.

Segundo ela, a chave é deixar para si apenas as tarefas que você, e só você, pode realizar. Essas serão as únicas coisas em que você não estará perdendo tempo. O resto, encaminhe para outros. Mesmo que você goste ou se ache muito bom nelas. Nesses casos, é importante aprender a confiar em outros.

5. Considere seu impacto
Para a autora, é necessário perceber se estamos sendo ocupados de forma produtiva ou sendo ocupados apenas por ser. Para ela, a melhor técnica é imaginar-se alguns anos no futuro, recebendo um brinde em sua homenagem.

Pense sobre o que o as pessoas estarão brindando. Agora pergunte-se: o que você anda fazendo para chegar mais perto dessas realizações? A partir disso, você poderá avaliar com precisão se suas atividades estão mesmo gerando algum impacto.

6. Fique de olho no seu tempo
Em vez de se deixar levar pelas atividades diárias, considere registrar tudo que você tem feito ultimamente. Essa dica de Vanderkam serve para que seja possível compreender melhor como você anda gastando seu tempo. Às vezes, não percebemos para onde nosso esforços têm ido. Por isso, é importante parar, respirar e avaliar de tempo em tempos.

7. Liberte-se da culpa de se sentir constantemente para trás
Vanderkam afirma que, antes de se preocupar demais com algo, é preciso lembrar que, em alguns anos, a maioria de nossas inquietações serão esquecidas. A ideia por trás dessa filosofia é a de que muitas de nossas dificuldades atuais são efêmeras.

8. Saiba quando dizer “não” ou “sim”
Entender que quando aceitamos algo ou abrimos mão de outra coisa é uma das chaves para a gestão de tempo, diz Vanderkam. Quando avaliar uma proposta futura, pense se a aceitaria realizar amanhã mesmo.

Isso torna mais concreto o entendimento dos prós e contras da situação. Além disso, pensar em um futuro distante sempre traz a ilusão de que se poderá dar um jeito de encaixar isso ou aquilo. Mas é necessário lembrar que esse dia sempre chegará.

9. Crie margens no seu cronograma
Novas coisas só virão se você abrir espaço para elas. Esse é o conselho da autora para uma vida com mais realizações. Em vez de acumular obrigações e funções, abra espaço em seus horário, Saia, ande de bicicleta, faça algo que permita você pensar livremente. A maioria das ideias, conta ela, acontecem nesse momento

Fonte: revistapegn.globo.com

Nenhum Comentário »

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment