A cultura organizacional de uma empresa é fundamental para reter mais talentos e manter os resultados do negócio em alta. Nesse contexto, estratégias de employer branding podem fazer uma diferença e tanto na concretização de tais objetivos.

Levando isso em conta, preparamos este conteúdo a fim de comentar essa prática e explicar de quais formas ela pode ser aproveitada. Ao longo do texto, você também entenderá como ela é aplicada. Aproveite as informações!

O que é employer branding?

Para entender esse conceito, começaremos explicando o que é branding. Em poucas palavras, ele resume a forma com a qual o cliente se relaciona com a sua marca e vice-versa. Pode se manifestar de diversas formas: nos materiais publicitários ou de divulgação, na identidade visual, na abordagem e no tipo de diálogo estabelecido com as pessoas e com outras organizações. Na prática, trata-se de um conjunto de aspectos que diferencia a imagem da empresa perante o mercado.

O employer branding, por sua vez, nada mais é do que a aplicação interna desse conceito, que serve para fortalecer a percepção da marca por parte dos colaboradores, podendo engajar e inspirar motivação. Ou seja, ele funciona como um termômetro capaz de indicar a reputação da empresa como figura empregadora.

Você já conheceu alguma empresa capaz de atrair talentos só pelo nome que tem? É bem provável que ela faça investimentos significativos nessa estratégia. Essa lógica também se aplica às organizações que mantêm um quadro de colaboradores com baixa rotatividade e bom desempenho.

O primeiro registro ligado ao termo aconteceu no ano de 1996, em um artigo publicado por Tim Ambler e Simon Barrow. No estudo, é possível observar as tentativas iniciais de aplicar técnicas associadas ao universo da gestão de marcas ao âmbito dos recursos humanos. A partir disso, a estratégia passou a ser difundida e testada em diferentes países.

Apesar de se parecer em diversos aspectos com o marketing voltado à imagem das empresas, o employer branding apresenta mecanismos distintos, visto que o objetivo em questão não engloba só a reputação externa. Nesse caso, o que importa é como seus colaboradores enxergam a empresa e como ela impacta novos candidatos, fazendo com que desejem trabalhar na organização. Tal semelhança ajuda a entender por que há vários profissionais de comunicação liderando iniciativas do tipo em inúmeras organizações.

A importância de investir nesse ponto pode ser, muitas vezes, intangível. Ao promover ações para melhorar a saúde e o bem-estar dos funcionários, por exemplo, pode não ser possível perceber uma melhora imediata na produtividade. Contudo, a tendência é que, aos poucos, além de trazer resultados concretos, que podem ser traduzidos em números e índices, a estratégia também melhore as imagens interna e externa da empresa.

Quais são as vantagens do employer branding?

Assim como diagnosticar a saúde financeira é uma atividade essencial para garantir um bom desempenho empresarial, as práticas de employer branding são indispensáveis para manter suas equipes felizes e produtivas. Confira, a seguir, algumas das vantagens relevantes que ele pode proporcionar.

Estimula a elaboração de um plano de carreira

Você já liderou um time desmotivado ou sem comprometimento perante as metas definidas? Em longo prazo, situações como essa podem prejudicar demais o valor entregue aos consumidores e/ou clientes do negócio.

Com planos de carreira detalhados à disposição, colaboradores sentem que seus esforços podem se traduzir em novas perspectivas profissionais. Portanto, quando há uma margem de evolução clara, o engajamento cresce.

Estabelece o desenvolvimento coletivo

Funcionários felizes serão mais receptivos a ideias e projetos inovadores. Afinal, nem sempre as transformações são bem-vindas, porque podem ser desafiadoras e romper certos paradigmas organizacionais, concorda?

Quando essa aceitação cresce, há como fomentar um desenvolvimento coletivo, que envolve não só os talentos que atuam em todos os departamentos, mas também a própria empresa como um todo.

Diminui os custos com recrutamento e seleção

Um ambiente saudável, que reconhece os colaboradores e oferece recompensas acima da média do mercado — ao se deparar com esse cenário, é bem provável que um candidato opte por trabalhar com você em vez de escolher outro player.

A partir da procura ativa de profissionais que estão disponíveis no mercado, será viável reduzir os custos com seleção e recrutamento. Além disso, por conta da retenção, o banco de talentos será mantido e qualificado por mais tempo.

Se considerarmos algumas das megatendências da administração para os próximos anos, como escassez de recursos e avanços tecnológicos, pode valer a pena abrir mão dos métodos tradicionais a fim de encontrar o talento mais adequado para ocupar determinada posição.

Como o employer branding pode ser aplicado nas empresas?

Os exemplos da aplicação dessa tática são mais numerosos — podemos encontrar histórias locais ou espalhadas ao redor do mundo. As iniciativas variam bastante: vão de medidas complexas a pequenos gestos que fizeram a diferença. Um diagnóstico aprofundado da empresa a fim de estabelecer valores claros, que traduzissem o jeito de ser da marca e, por consequência, de seus colaboradores. Criar esses cenários, e concentrar seus esforços em divulgar os bastidores, gerando uma percepção quase que automática sobre como os espaços são divertidos e estimulantes. Promover o equilíbrio entre vida pessoal e carreira, a empresa demonstra sua preocupação com o bem-estar dos talentos.

Em tempos de crise como vivido por exemplo, com o Covid-19, facilitar e apoiar o colaborador na execução dos seus trabalhos, exercendo uma liderança presente e compreensiva, tem destacado empresas via as mídias sociais. A realidade, no entanto, dessas ações só se traduz na tranquilidade com que os colaboradores irão superar esse momento e redefinir provavelmente o employer branding.

Enfim, há várias maneiras de aplica-lo em seu negócio. Independentemente do caminho escolhido, é preciso garantir a execução adequada da estratégia a fim de alcançar os resultados almejados.

Fonte: administradores.com.br

Nenhum Comentário »

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment